DGRM cria Sistema Nacional de Embarcação e Marítimos

A Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) melhorará a sua capacidade de resposta, através da criação do Sistema Nacional de Embarcação e Marítimos.

A DGRM é responsável pela implementação e gestão do Sistema Nacional de Embarcação e Marítimos e do Balcão Eletrónico do Mar. Futuramente, os pedidos dos utilizadores, incluindo os atos de registo e inscrição, serão efetuados de forma desmaterializada através do BMar.

Os pedidos são reencaminhados para as entidades competentes, que asseguram a atualização permanente e imediata dos atos do SNEM para disponibilização aos utilizadores, via BMar.

Atualmente a informação relativa à obtenção de títulos, vistorias, certificação e registo de embarcações encontra-se fragmentada num sistema complexo e desajustado de boas práticas internacionais e dos avanços regulamentares e tecnológicos entretanto ocorridos.

A nova solução nacional preconizada no presente Decreto-Lei n.º 43/2018 – Diário da República nº 115/2018, Série I de 2018-06-18, permitirá agilizar e melhorar o nível de resposta do Estado. Para isso, será criado um balcão virtual, onde todos poderão solicitar, a qualquer hora do dia, os serviços da DGRM e entidades associadas. Receberão, pela mesma via, uma resposta.
A solução ficará integrada com os sistemas internos da DGRM, DGAM, do Instituto dos Registos e do Notariado e de outras entidades relacionadas.

DGRM_cor

Artigos relacionados

Um dia, o lixo que atirou ao mar, irá parar à sua mesa!

Sónia Ell fotografa o lixo marinho que vem dos oceanos e quer levar essas imagens às escolas, para que as crianças se apercebam desta realidade.

Soluções de pesca: fugir ao convencional…

Alguns pesqueiros da nossa costa permitem apenas que se consiga pescar à boia um curto número de horas antes e depois da maré cheia…

Já chegou a edição de dezembro da revista “Mundo da Pesca”

Quer ficar a conhecer truques para apanhar mais douradas de barco? Isso e muito mais na N.º 190, com reportagens, entrevistas e opinião.

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário