Luta conjunta dos pescadores espanhóis e portugueses

A Associação Espanhola da Carpa (AEC) e a Associação Portuguesa de Carp Fishing (APCF) estão num aproximar de posições e, em breve, realizarão reuniões em busca de uma defesa mais efetiva das massas de água que formam a espinha dorsal dos dois países, bem como das espécies que habitam as nossas águas interiores.

Enquanto pescadores desportivos, são defensores firmes do meio ambiente e das espécies que vivem nesse ambiente e é por isso que insistem que as autoridades devem legislar tendo em consideração a estreita colaboração com os pescadores para legislarem corretamente.

Os nossos irmãos espanhóis têm os mesmos problemas, isto é, que as autoridades só tiveram como referência os ecologistas quando debatem sobre os meios fluviais. Esta situação, bem como a Lei de Espécies Exóticas Invasoras, afetam todos os pescadores da Península Ibérica, devendo ser objetivo prioritário que as diferentes entidades considerem a APCF uma entidade de referência no momento de tomar decisões que afetam as nossas águas.

Artigos relacionados

Bruno Cabrita homenageado

Bruno Cabrita foi homenageado pela Autarquia de Setúbal graças à recente conquista de Campeão Nacional de Pesca em Barco Fundeado 2017.

Organização do Oceano Ibérico forçada a alterar data do Convívio de Pesca

Face às atuais condições meteorológicas, que têm agastado a costa ocidental, a organização do Oceano Ibérico viu-se forçada a alterar a data do seu Convívio de Pesca.

Vídeo inédito mostra processo de acasalamento dos peixes Caulophryne jordani

Um peixe fêmea Caulophryne jordani, da ordem dos Lophiiformes (a mesma do tamboril), foi pela primeira vez filmado em processo de acasalamento.

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário