Shimano com novo Centro de Inteligência na Europa

Shimano com novo Centro de Inteligência na Europa

A nova sede na Europa da empresa Shimano foi inaugurada no ‘High Tech Campus’, em Eindhoven. Um edifício com as mais recentes tecnologias oferece aos seus 180 colaboradores um espaço moderno, envolvido por tecnologia e natureza. O Presidente da Shimano denominou a nova sede da Shimano na Europa um centro de inteligência.

A nova sede da Shimano está localizada no centro tecnológico de Eindhoven, onde está situada a Philips, assim como outras 150 empresas de renome internacional e institutos. Neste campo trabalham pesquisadores, criadores de praticamente todo o mundo.

“Fomos bem recebidos no mercado europeu do ciclismo e pesca há 45 anos. Desde essa altura temos batalhado para aumentar o valor social das bicicletas e pesca, e mais recentemente a canoagem, e enraizando essas novas culturas na Europa oferecendo produtos cativantes. Esta nova etapa neste centro de inteligência vai trazer à Shimano a oportunidade de contribuir para a prosperidade dos mercados de ciclismo, pesca e remo”, sublinhou o presidente da Shimano, Yozo Shimano.

O presidente da Shimano Europa, Marc Van Rooij, também se debruçou sobre o tema. “Nesta região é impossível não ver o forte espírito empresarial, o entusiasmo entre as empresas e as suas pessoas, a sua afeição colaborativa, a mentalidade vencedora, que este campo tecnológico oferece à Shimano. Temos intenção de aproveitar estes ingredientes para ajudar no sucesso da nossa empresa num futuro próximo e a longo prazo”, concluiu.

Artigos relacionados

Ministra do Mar inaugura a Nauticampo 2018

A sessão inaugural deste Salão Internacional de Navegação de Recreio, Aventura, Autocaravanismo, Campismo e Piscinas realiza-se dia 4 pelas 15h00, e contará com a presença de Ana Paula Vitorino.

Seleção A de Angola sagra-se campeã do mundo em ‘Big Game Fishing’

Os pescadores angolanos somaram 195 pontos, mais 45 do que os anfitriões (Portugal B) .

Pescadores querem aumentar o número de capturas de sardinha

A Associação de pescadores portugueses quer aumentar a captura de sardinhas, a dividir entre Portugal e Espanha, passando das atuais 14,6 toneladas para entre 20 e 25 mil toneladas.

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário