Soluções de pesca: fugir ao convencional…

Alguns pesqueiros da nossa costa permitem apenas que se consiga pescar à boia um curto número de horas antes e depois da maré cheia, ou seja, quando temos água suficiente para conseguirmos não só pescar mas também ter água suficiente para que o peixe entre e se mantenha na nossa zona de ação de pesca. Mas nem sempre é assim e Sérgio Tente explica como tirar partido disso.

Saiba mais na edição de abril da revista ‘Mundo da Pesca’, que já chegou às bancas!

destaque

Artigos relacionados

Pisões: Arco-íris monstruosa!

A fechar o ano de 2016 realizou-se o Convívio do Trutas.PT e do TFC (Torres Fishing Challenge) 2016. Um “dois em um” numa iniciativa inédita que juntou 17 pescadores de trutas de topo numa das barragens mais míticas para a pesca de grandes predadores na zona do Gerês: Pisões.

Tenya – técnica híbrida importada do Japão

A pesca com tenya é o último grito no que respeita a técnica, combinando o uso de isco natural com artificial, uma verdadeira tentação para sargos, pargos, douradas, dos mais pequenos aos maiores.

“A Pesca vai à Escola” em Oleiros no dia 18 de maio

Na linha dos objetivos da ARC Oleiros, não podemos deixar de destacar a importância da sensibilização dos jovens para as atividades desportivas.

0 Comentários

Ainda sem comentários!

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário